SEJAM BEM VINDO

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

A ATUAÇÃO DO ESPIRITO DE REBELIÃO NA IGREJA


A Bíblia Sagrada relata um fato ocorrido no Livro de Números, Capítulo 16, aonde alguns homens tomado por um espirito de rebelião se levantaram contra as autoridades espirituais, Moisés e Arão, para afrontá-los. É uma história triste, por que as atitudes desses homens trouxeram problemas não somente para eles, mas, também, para suas famílias. A ação dos rebeldes foi destronada pelo próprio Deus, fazendo com que a terra os consumisse. O espirito de rebeldia tem agido dentro das igrejas, da mesma maneira que outrora. A diferença é que os rebeldes agem, simplesmente, por que, apesar de frequentar uma igreja, ser chamado de crente, ainda não foi liberto da ação de demônios. Eles não aceitam submeter a nenhuma autoridade, pois julgam superiores aos demais membros do corpo. O rebelde tem vida curta, pois, dentre as atitudes de homens cuja vida foi reprovada por Deus, o espirito de rebeldia, alcança lugar de destaque. Satanás caiu, dentre os vários motivos, não devemos esquecer de seu levante contra o Senhor.

Mirian e Arão, também, se levantaram contra a autoridade de Moisés. Como todo rebelde, sua argumentação sempre tem um pressuposto que justifica suas atitudes. O argumento precípuo de Arão e Mirian, foi o casamento de Moisés com uma mulher cuxita e, em seguida, os questionamento: Porventura o Senhor falou somente por Moisés?  Claro que não, mas Deus, também, não fala com rebelde. O levante de Mirian, causou ao seu corpo a lepra. Sempre que se vê um caso de rebelião na Bíblia, a ação de Deus contra o rebelde é vorax. Tenho visto muitos casos de rebelião dentro de Igrejas. Os rebeldes se acham no direito de agir conforme a sua vontade e pensam que Deus está com os olhos fechados para suas atitudes, não sabendo que cedo o juizo de Deus virá sobre eles. Parece que não sabem que suas atitudes o afastaram de Deus e, agora, nem mesmo suas orações, são ouvidas conforme descreve Habacuque 1,13: "Tu és tão puro de olhos, que não pode ver o mal e a vexação não podes contemplar". Lembre-se, Uzá tinha a boa vontade, impediu a Arca da Aliança de cair do carro puxado pelos bois, entretanto, mesmo assim perdeu a sua vida.  Eles acreditam que a boa vontade agradam a Deus, mas, são reprovados. Mirian necessitou que Moisés clamasse ao Senhor para que a cura se manifestasse em seu corpo. As atitudes dos rebeldes impedem que suas orações cheguem ao coração do Pai. O rebeldes atuam nas igrejas e da mesma maneira que satanás, geralmente obtém êxito no seu papel de convencer a membresia sobre as razões que o levaram a tomar essa atitude conseguindo, assim, arrebanhar um grande número de seguidores, desta maneira contrinuem para sua destruição de muitos ministérios. Tanto o líder rebelde como seus seguidores, necessitarão, primeiramente, de arrependimento e do perdão de Deus e da mesma maneira que Moisés teve que interceder junto ao Pai por Miriã, assim, aqueles que foram tomados pelo espírito de rebeldia, que destruiram congregações,  terão que clamar a Deus  para que a cura possa se manifestar em seu corpo, na sua alma e na  sua igreja,  quando o juizo de Deus se manifestar. Deus não mudará sua Palavra para se adequar a procedimentos de homens desobedientes. Não há justificativa para tal posicionamento. Pecado de rebelião é como o pecado  de feitiçaria. Rebelde é como feiticeiro e suas atitudes são abomináveis diante de Deus. Satanás rebelou contra Deus e todos aqueles que o seguiram, as escrituras os denominam de demônios.

A Bíblia nos diz: Apartai-vos a aparência do mal. Não se junte com homens rebeldes, não seja conivente com pessoas que falam mal de seus pastores, que propõe se rebelar. Certamente Deus não te terá por inocente.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário